ODS 13: Ação climática

Lideramos o caminho para um futuro com zero emissões

Ação climática ODS

No marco de seu compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS), o grupo Iberdrola se concentra principalmente no cumprimento do ODS 13, de ação climática, contribuindo de forma ativa e decisiva para um futuro sustentável e de baixo carbono para combater as mudanças climáticas. Nesse sentido, estabelecemos metas para alcançar em 2030 a neutralidade de emissões de carbono equivalentes aos escopos 1 e 2 e zero emissões líquidas de carbono equivalente até 2040 para todos os escopos, incluindo o escopo 3 (expresso em CO2eq). 

ods13

Objetivo 13: Ação pelo clima. Transcrição do vídeo (versão em espanhol) [PDF]

ODS 13: Ação climática. O que é e por que é tão importante?

O ODS 13 foca na necessidade de adotar medidas urgentes para acabar com as mudanças climáticas que afetam todos os países do mundo. De acordo com a ONU, os cientistas dedicados às questões climáticas já demonstraram que as pessoas são as responsáveis pelo aquecimento global dos últimos 200 anos. As atividades humanas, como a queima de combustíveis fósseis, o desmatamento, a perda de florestas ou as atividades agrícolas e pecuárias que usam fertilizantes e outros produtos químicos, têm sido os principais causadores das mudanças climáticas. 

Tal como revela o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), é essencial reduzir de forma radical, rápida e sustentável as emissões de gases de efeito estufa (GEE) em todos os setores e manter essas medidas ao longo da década. Em seu último relatório de síntese, o IPCC afirma de forma inequívoca que as atividades humanas, em especial mais de um século de queima de combustíveis fósseis, uso insustentável de energia e da terra e padrões insustentáveis de consumo e produção, causaram um aquecimento global de 1,1°C acima dos níveis pré-industriais. Para limitar o aquecimento global a 1,5°C acima dos níveis pré-industriais, as emissões já deveriam estar diminuindo e precisam ser reduzidas quase à metade até 2030. 

Os eventos climáticos extremos estão se tornando mais frequentes e intensos e já estão causando impacto em todas as regiões. Entre 2010 e 2020, as regiões com altos índices de vulnerabilidade, que abrigam aproximadamente de 3,3 a 3,6 bilhões de pessoas, apresentaram taxas de mortalidade humana por enchentes, secas e tempestades 15 vezes mais altas do que as de regiões com vulnerabilidade muito baixa. Além disso, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), espera-se que as mudanças climáticas causem mais 250.000 mortes por ano entre 2030 e 2050. Atualmente, a poluição e as substâncias tóxicas causam pelo menos nove milhões de mortes prematuras por ano em todo o mundo. 

Reverter os valores mencionados anteriormente só é possível atuando em âmbito mundial, a partir de todas as áreas e com firmeza. Por isso, adotar medidas urgentes para lutar contra as mudanças climáticas se converteu no ODS 13 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, aprovados em setembro de 2015 como parte da Agenda 2030.

A Iberdrola com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Fatores-chave para entender as mudanças climáticas

Ação contra a mudança global do clima
  • Ícone Desastres naturais Provocaram mais de 2,5 milhões de mortes em todo o mundo desde 1980.
  • Ícone Poluição Causa pelo menos 9 milhões de mortes prematuras por ano.
  • Ícone Previsão 2030 - 2050 As mudanças climáticas serão responsáveis por 250.000 mortes por ano

Países mais afetados

Mapa
  • As Bahamas
  • Haiti
  • Porto Rico
  • Paquistão
  • Nepal
  • Bangladesh
  • Myanmar
  • Tailândia
  • Filipinas
  • Moçambique
Ícone

Principais causas

De acordo com a ONU, existem mudanças naturais devido a variações na atividade solar ou grandes erupções vulcânicas, mas desde o século XIX, as atividades humanas têm sido o principal fator de mudança climática, principalmente por conta da queima de combustíveis fósseis, como carvão, petróleo e gás.

Ícone

Quais são as consequências?

As consequências incluem secas intensas, escassez de água, incêndios graves, aumento do nível do mar, inundações, derretimento dos polos, tempestades catastróficas e diminuição da biodiversidade.

Fontes: ONU e Banco Mundial.

Metas do ODS 13: Ação climática

No âmbito do ODS 13, as metas concretas até 2030 são as seguintes:

  • Fortalecer a resiliência e a capacidade de adaptação aos riscos relacionados ao clima e aos desastres naturais em todos os países.

  • Incluir medidas relativas às mudanças climáticas nas políticas, estratégias e planos nacionais.

  • Melhorar a educação, a conscientização e a capacidade humana e institucional sobre as mudanças climáticas, a redução de seus efeitos e o alerta precoce.

  • Promover mecanismos para aumentar a capacidade de planejamento e de gestão eficaz em relação às mudanças climáticas nos países menos desenvolvidos.

 

Nesse sentido, as comunidades devem trabalhar para avançar rumo a uma economia com baixos teores de carbono, onde as energias renováveis e o setor elétrico desempenhem um papel fundamental. A descarbonização da economia é vital para frear as mudanças climáticas, e esta só será possível com uma aposta clara na eletrificação e nas energias limpas.

 

Nossa contribuição para o ODS 13: Ação climática 

Na Iberdrola, estamos comprometidos com a luta contra as mudanças climáticas, conscientes de que o setor elétrico desempenha um papel fundamental no objetivo de cumprir o histórico Acordo de Paris para limitar o aumento da temperatura global a 1,5 ºC e enfrentar a emergência climática. Por esse motivo, o Grupo Iberdrola iniciou a transição energética há 20 anos e se consolidou como uma referência mundial em ação climática e energia limpa. 

  • Nosso Plano de Ação Climática estabelece metas mais ambiciosas para alcançar a neutralidade de carbono para emissões equivalentes de carbono de escopo 1 e 2 até 2030 e emissões líquidas equivalentes de carbono zero até 2040 para todos os escopos, incluindo o escopo 3 (expresso em CO2eq). 
  • 81% da capacidade instalada do Grupo provém de fontes livres de emissões.
  • Concluímos o fechamento de todas as nossas centrais de carvão.
  • Promovemos o plantio de 20 milhões de árvores até 2030, capazes de capturar aproximadamente 6 milhões de toneladas de CO2 em 30 anos, que ocuparão uma área equivalente a 25.000 campos de futebol.
  • A Iberdrola é a primeira empresa espanhola a aderir à iniciativa EV100 do The Climate Group para eletrificar toda a sua frota de veículos na Espanha e no Reino Unido e fornecer instalações de recarga para seus funcionários até 2030. Também estamos trabalhando para cumprir essas metas no Brasil, no México e nos Estados Unidos.
  • No Reino Unido, por meio de nossa subsidiária ScottishPower, lançamos o projeto Zero Carbon Communities, uma iniciativa para ajudar as comunidades locais a atingir metas Net Zero como parte do compromisso do país de ser neutro em carbono até 2050.
     
  •  
Cambio_Climatico_ODS13

O compromisso climático do grupo Iberdrola

O setor elétrico desempenha um papel essencial para limitar o aumento da temperatura do planeta abaixo de 2 ºC e evitar a emergência climática.

Eolica_Marina_ODS13

A Iberdrola se antecipou 20 anos em relação à transição energética

A Iberdrola aposta em um modelo de negócio que substitua a geração de energia com fontes poluentes por energias limpas.

Accion climatica

Iberdrola, líder global em ação climática

Lideramos o caminho para uma economia descarbonizada e resiliente, por meio de um modelo de negócios sustentável e eficiente.

Cop

Engajamento ativo na agenda climática global

Contribuímos ativamente por meio de nosso compromisso com uma agenda climática ambiciosa e uma forte rede de parcerias.

Science Based Targets

A iniciativa Science Based Targets

A UE tem o compromisso de alcançar a neutralidade de carbono até 2050 em toda a UE e a iniciativa Science Based Targetsé fundamental para esse processo.

Concienciación climática

Aumentar a conscientização social sobre as mudanças climáticas

Realizamos diversas iniciativas de conscientização dentro da estrutura de nosso Plano de Conscientização Social sobre Mudanças Climáticas.

  • 21
    Junho
    Imagen evento
  • Día internacinoal do Sol

    00.00h - 23.59h

    Comemoramos o solstício explicando o imenso potencial da energia solar na transição energética global, por meio de usinas solares fotovoltaicas e do autoconsumo.

    Adicionar ao calendário

Os ODS e o seu impacto na economia, na sociedade e no ambiente

Os ODS como parte da estratégia empresarial do Grupo Iberdrola

Circulo ODS

Foco principal

  • Energia limpia e acessível
  • Ação contra a mudança global do clima

Contribuição direta

  • Água potável e saneamento
  • Indústria, inovação e infraestrutura
  • Vida terrestre
  • Parcerias e meios de implementação

Contribuição indireta para o restantes dos ODS

  • Erradicação da pobreza
  • Fome zero e agricultura sustentável
  • Saúde e bem-estar
  • Educação de qualidade
  • Igualdade de gênero
  • Trabalho decente e crescimiento econômico
  • Redução das desigualdades
  • Cidades e comunidades sustentáveis
  • Consumo e produção responsáveis
  • Vida na água
  • Paz, justiça e instituiçoes eficazes