ENERGIAS RENOVÁVEIS

Iberdrola, líder mundial em energias renováveis

O grupo Iberdrola começou a apostar nas energias renováveis há mais de duas décadas, como um pilar fundamental sobre o qual alicerça seu modelo de negócio limpo, confiável e inteligente. Desde então, a companhia investiu mais de 100 bilhões de euros nesta área, o que a converteu em líder mundial em energias renováveis, permitindo sua antecipação à atual transição energética.

A área de Renováveis do grupo IberdrolaIberdrola Renovables Energía, ScottishPower Renewable Energy, Avangrid Renewables, Iberdrola Renovables México e Iberdrola Renovables Internacional — é responsável pela geração e comercialização de energia elétrica a partir de fontes renováveis: eólica (na terra e no mar), pequena central hidrelétrica, termosolar, fotovoltaica, biomassa, etc. Atualmente, a Iberdrola é líder em energia limpa, é a primeira produtora de energia renovável entre as empresas do setor elétrico da Europa. No fechamento do Primeiro semestre 2020, o negócio de Renováveis [PDF] apresenta um EBITDA de 1.226,9 milhões de euros (+5,3 %).

Além disso, neste ano de 2020 o grupo realizou até agora cinco operações corporativas para continuar consolidando sua posição de liderança mundial no setor das energias renováveis e, mais especificamente, no da energia eólica offshore. A mais recente foi a compra da empresa francesa de energias renováveis Aalto Power por 100 milhões de euros com o objetivo de fortalecer sua presença e crescimento nesse país, onde já possui 100 % do parque eólico offshore de Saint-Brieuc.

Essa operação ocorre logo após a assinatura com a empresa sueca Svea Vind Offshore AB (SVO) de uma opção de compra majoritária para o futuro desenvolvimento da maior carteira de projetos de energia eólica offshore na Suécia. São oito projetos que somam 9 gigawatts (GW) de capacidade e que significarão o desembarque da Iberdrola nesse novo mercado europeu. O grupo também consolidou sua entrada no mercado australiano mediante uma OPA amistosa para a compra de 100 % da empresa australiana de energias renováveis Infigen Energy e reforçou sua presença na Escócia com a compra de dois novos projetos eólicos.

OBJETIVOS DO NEGÓCIO DE ENERGIA RENOVÁVEL DO GRUPO IBERDROLA

Entre os principais objetivos do negócio de renováveis estão:

Segurança nas operações.

Eficiência nas operações para maximizar a rentabilidade dos ativos.

Eficiência nos custos de construção, com especial destaque aos projetos de energia eólica marinha.

Crescimento rentável, em diferentes tecnologias, em países estratégicos para o grupo e em novos países de interesse.

Novos contratos de venda de energia a longo prazo em escala global.

Novos mercados.

Serviços a clientes industriais.

 

Acesso ao documento pdf Relatório Integrado 2020. Ligacao externa, abrese em nova janela.

PRINCIPAIS PROJETOS DE ENERGIAS RENOVÁVEIS DO GRUPO IBERDROLA

Através do seu negócio de Renováveis, o grupo Iberdrola gerencia diferentes projetos — em construção e operacionais — que se destacam por sua dimensão e sua aposta em inovação.
 

ENERGIA EÓLICA 'OFFSHORE'

Energía eólica offshore.
East Anglia ONE.

Parque eólico offshore de East Anglia ONE

Com uma capacidade instalada de 714 MW, fornecerá energia renovável para 630.000 lares britânicos, após sua entrada em funcionamento em 2020.
East Anglia Hub.

Complexo eólico offshore East Anglia Hub

Está composto por East Anglia ONE North, East Anglia TWO e East Anglia THREE, somando 3.100 MW e será o maior projeto eólico offshore da Iberdrola.
Saint-Brieuc.

Parque eólico offshore de Saint-Brieuc

Nosso primeiro grande projeto de energia eólica offshore na Bretanha francesa terá uma potência instalada de 496 MW.
Vineyard Wind.

Parque eólico offshore de Vineyard Wind

Frente à costa de Massachusetts (EUA), terá uma capacidade instalada de 800 MW e fornecerá energia para 1 milhão de residências.
Baltic Eagle.

Parque eólico offshore Baltic Eagle

Essa nova instalação de 476 MW constitui nosso segundo projeto emblemático em águas do mar Báltico.
Wikinger.

Parque eólico offshore de Wikinger

Localizado no mar Báltico, fornece 350 MW de capacidade à rede elétrica alemã cobrindo a demanda de 350.000 residências.

ENERGIA EÓLICA 'ONSHORE'

Energía eólica onshore.
Oitis.

Complexo eólico de Oitis

Composto por 12 parques, o novo desenvolvimento terá uma capacidade instalada de 566,5 MW e será o nosso maior projeto eólico onshore na América Latina.
Paraíba.

Complexo eólico da Paraíba

Seus 18 parques adicionarão uma capacidade instalada total de mais de 565 MW, após sua entrada em operação em 2022/2023.
Cavar.

Complexo eólico Cavar

Situado em Cadreita e Valtierra (Navarra, Espanhe), ele tem quatro parques eólicos com uma capacidade instalada total de 111 MW.
El Cabo e Amazon US East.

Parques eólicos de El Cabo e Amazon US East

Esses dois parques eólicos onshore juntos fornecem energia renovável para cerca de 1,5 milhões de residências norte-americanas.

ENERGIA FOTOVOLTAICA

Energia fotovoltaica.
Francisco Pizarro.

Usina fotovoltaica de Francisco Pizarro

Com 590 MWp de capacidade total, fornecerá energia limpa para 375.000 pessoas por ano e será a maior usina fotovoltaica da Europa.
Ceclavín.

Usina fotovoltaica de Ceclavín

Com um investimento de 250 milhões de euros, o nosso terceiro projeto fotovoltaico na Extremadura terá uma capacidade total instalada de 328 megawatts.
Ciudad Rodrigo.

Usina fotovoltaica Ciudad Rodrigo

A usina fotovoltaica de Ciudad Rodrigo (300 MW) estará composta por 826.200 painéis solares e criará até 800 postos de trabalho no período de maior demanda.
Lund Hill.

Usina fotovoltaica de Lund Hill

Localizada em Klickitat (Washington, EUA) e com uma capacidade instalada de 150 MW, será o maior projeto solar do estado após ter entrado em operação em 2020.
Núñez de Balboa.

Usina fotovoltaica de Núñez de Balboa

Com 500 MWp de capacidade instalada, a usina situada em Usagre (Badajoz, Espanhe) fornecerá energia limpia para 250.000 pessoas.
Santiago e Hermosillo.

Usinas fotovoltaicas de Santiago e Hermosillo

Com uma capacidade total de 300 MW, essas usinas manifestam nossa aposta nas energias renováveis do México.

ENERGIA HIDRELÉTRICA

Energia hidrelétrica.
Támega.

Gigabateria do Tâmega

Formado pelas usinas de Gouvães, Daivões e Alto Tâmega, o complexo de 1.158 MW é uma das iniciativas de energia mais importantes da história de Portugal.
Baixo Iguaçu.

Usina hidrelétrica de Baixo Iguaçu

Tem uma capacidade instalada de mais de 350 MW e proporciona energia renovável para um milhão de pessoas.

ENERGIA HÍBRIDA

Energia híbrida.
Port Augusta.

Projeto Port Augusta

A instalação, que incluirá um parque eólico e uma usina fotovoltaica com uma potência total de 320 MW, será o primeiro grande desenvolvimento de energia renovável da Iberdrola na Austrália.

 Conheça todos os projetos emblemáticos do grupo Iberdrola

ENERGIAS RENOVÁVEIS: AS ENERGIAS DO FUTURO

Graças à sua aposta firme e pioneira nas energias renováveis, o grupo Iberdrola está atualmente em uma posição inigualável para enfrentar a necessária transição energética e a descarbonização e eletrificação da economia. Diante da crescente demanda de energia a nível mundial e da urgente necessidade de frear as mudanças climáticas, as energias renováveis estão se consolidando como a principal opção de futuro para o setor energético. Contamos para você tudo sobre este tipo de energia.

O QUE SÃO AS ENERGIAS RENOVÁVEIS?

As energias renováveis são aquelas que provêm de fontes naturais inesgotáveis porque contêm uma enorme quantidade de energia (como o sol ou o vento) ou porque são capazes de se regenerar em pouco tempo (como a biomassa).

O FUTURO DA ENERGIA SERÁ VERDE

A Organização das Nações Unidas prevê que a população mundial poderia chegar a 8,5 bilhões de habitantes em 2030 e 9,7 bilhões em 2050, o que significa 2 bilhões de pessoas a mais do que hoje. Dois terços delas morarão em cidades e o nível de vida aumentará na medida em que os países emergentes comecem a fazer parte da classe média global.

Tudo isto propiciará um aumento da demanda energética a nível mundial, que poderia crescer quase 50 % em meados do século, conforme o último relatório da Administração de Informação Energética dos Estados Unidos [PDF] (EIA). Uma demanda que não poderá ser satisfeita com combustíveis fósseis. Em primeiro lugar, porque a estimativa é que o petróleo poderia se esgotar nos próximos 40-50 anos e o gás natural, em 60-80 anos. E, em segundo lugar, porque a queima de combustíveis fósseis libera na atmosfera gases de efeito estufa que provocam o aquecimento global e as mudanças climáticas, a principal ameaça que a humanidade está enfrentando no século XXI.

Com esta perspectiva, resulta crucial optar por fontes de energia mais seguras, abundantes e menos prejudiciais para o meio ambiente. Três requisitos que as energias renováveis cumprem para serem as energias do futuro.

DIFERENÇA ENTRE ENERGIA RENOVÁVEL E NÃO RENOVÁVEL

A principal diferença entre as energias renováveis e as não renováveis é que as primeiras produzem energia de maneira indefinida porque procedem de fontes que não se esgotam ou se renovam num período de tempo curto. Por outro lado, as reservas das energias não renováveis são limitadas porque se esgotam com o uso ou se regeneram muito lentamente.

Outra diferença fundamental é que as renováveis são altamente sustentáveis e possuem uma pegada ambiental muito reduzida, ao contrário das não renováveis.

TIPOS DE ENERGIAS RENOVÁVEIS MAIS COMUNS E COMO ELAS FUNCIONAM

 Energia eólica

É uma fonte de geração renovável, inesgotável e não poluente que se obtém ao transformar a energia cinética do vento em eletricidade. Pode ser de dois tipos, em função de onde estiverem os aerogeradores:

 

 Energia fotovoltaica

A energia solar fotovoltaica é um tipo de energia renovável, inesgotável e não poluente obtida quando a luz solar se converte em eletricidade, utilizando uma tecnologia baseada no efeito fotoelétrico.

 Hidrelétrica

A energia hidrelétrica é uma fonte renovável, isenta de emissões e autóctone que aproveita a força da água ao cair por uma cascata ou desnível para produzir eletricidade. Dentro deste tipo de geração, estão as usinas hidrelétricas de bombagem, o método de armazenamento energético de grande escala mais eficiente que existe atualmente.

 Biomassa

É uma fonte de geração renovável que produz eletricidade com a combustão de matéria orgânica procedente da natureza ou de resíduos orgânicos procedentes das atividades humanas.

 Geotérmica

É um tipo de energia renovável e inesgotável que aproveita o calor que irradia o centro da Terra mediante usinas situadas em jazidas. Estas jazidas podem ser de água quente (se o calor procede de camadas de água quente que circulam debaixo da superfície) ou secas (calor que provém das pedras).

 Maremotriz

É uma fonte de geração renovável, inesgotável e não poluente que converte em eletricidade a força das marés.

Outros exemplos de energias renováveis são a termossolar (que aproveita o calor do sol), a ondomotriz (a partir da força das ondas) ou o gradiente térmico oceânico (que utiliza a diferença de temperatura entre a superfície e as águas profundas). Além disso, há cada vez mais projetos de energia híbrida, que combinam diferentes fontes de geração renovável para garantir um fornecimento mais estável e eficiente.

VANTAGENS DAS ENERGIAS RENOVÁVEIS

Como pudemos ver, existem muitos tipos de energias renováveis; mas, o que todas elas têm em comum?

  • São ecológicas: a maioria das fontes de energia renováveis não geram gases de efeito estufa nem despejam outras emissões poluentes na atmosfera. Outras delas não emitem dióxido de carbono adicional, além do necessário para sua construção e funcionamento.
  • São ilimitadas: são obtidas de recursos inesgotáveis da natureza ou têm uma rápida regeneração, razão pela qual podemos usá-las de forma permanente e ilimitada.
  • São seguras: não possuem riscos suplementares, como a nuclear, e seu desmantelamento é simples, pois não faz falta cuidar de seus resíduos após a finalização da exploração de dita instalação.
  • Facilitam a independência energética: ao serem produzidas a partir de recursos naturais, distribuídos por todo o planeta, permitem aos países e regiões desenvolverem tecnologias próprias e não dependerem energeticamente de outras nações.
  • Promovem o emprego e incentivam a economia local: as instalações renováveis requerem muita mão de obra, tanto para sua construção como para sua manutenção e operação, o que cria postos de trabalho e dinamiza a economia do país.

 VER INFOGRÁFICO: Quais são as vantagens das energias renováveis? [PDF]

A IMPORTÂNCIA DAS ENERGIAS RENOVÁVEIS E SEU NULO IMPACTO AMBIENTAL

Conforme as Estatísticas de Capacidade Renovável 2020 [PDF] da Agência Internacional de Energias Renováveis (IRENA), as fontes renováveis são aquelas que mais capacidade acrescentaram ao mix energético global durante 2019; em concreto, 72 % da nova capacidade instalada durante o ano era renovável. Desta forma, no final de 2019 a capacidade renovável chegou a 2.537 gigawatts (GW) em todo o mundo, duplicando a de faz uma década.

Qual é a energia renovável mais utilizada no mundo?

A energia hidrelétrica é a fonte renovável que possui a maior capacidade instalada a nível mundial. Com mais de 1.310 GW, representa 51,6 % da capacidade renovável total. É seguida pela eólica (com 623 GW, 24,5 %) e pela fotovoltaica (com 580 GW, 22,9 %). Porém, em 2019, 90 % dos megawatts que entraram em funcionamento corresponderam a instalações eólicas e solares, o que reflete um baixo crescimento da hidrelétrica.

Que países são os maiores produtores de energia renovável?

Os 10 países com maior capacidade renovável instalada.#RRSSOs 10 países com maior capacidade renovável instalada.

 VER INFOGRÁFICO: Os 10 países com maior capacidade renovável instalada [PDF]

Ver mais informações

Segundo as Estatísticas de Capacidade Renovável 2020 [PDF] da IRENA (com dados de 2019), o maior produtor de energia renovável a nível mundial é a China, que possui 205.232 MW de capacidade renovável instalada, o que significa 8,7 % do total mundial (2.350.755 MW). O segundo país que mais energia renovável produz são os Estados Unidos com 127.418 MW (5,4 %). Depois vêm: Brasil (84.929 MW, 3,6 %), Canadá (79.587 MW, 3,4 %), Índia (48.304 MW, 2 %), Rússia (47.292 MW, 2 %), Alemanha (47.237 MW, 2 %), Espanha (39.711 MW, 1,7 %), Japão (34.485 MW, 1,5 %) e Noruega (30.082 MW, 1,3 %).

Ocultar informação

Como a energia renovável ajuda a conter o aquecimento global?

A IRENA publicou recentemente o primeiro relatório sobre as Perspectivas mundiais das energias renováveis: Transformação energética até 2050, onde defende que, para superar a crise de saúde, humanitária, social e econômica desencadeada pela pandemia da COVID-19 (coronavírus), é imprescindível que as políticas de estímulo econômico estejam alinhadas com a necessidade de garantir a sustentabilidade e reforçar a resiliência, além de melhorar a saúde e o bem-estar das pessoas. Isto só é possível apostando na Green Recovery ou recuperação verde para cumprir os objetivos climáticos mundiais e descarbonizar a economia.

Para conseguir que o aquecimento global durante este século fique muito abaixo de 2 ºC (em linha com o Acordo de Paris), o estudo estabelece um roteiro para a transformação energética de nossas sociedades que passa por reduzir em 70 % as emissões mundiais de CO2 relacionadas com a energia até 2050. E mais de 90 % dessa redução seria obtida através das renováveis e de medidas de eficiência energética.

Além disso, o relatório da IRENA indica que a transição para fontes de energias renováveis incentivará o crescimento econômico, criará empregos, propiciará condições de vida mais limpas e melhorará o bem-estar.

Como promover o uso da energia renovável?

Diversos organismos internacionais (como o Fundo Monetário Internacional, FMI), organizações ecologistas e numerosos economistas estão propondo diferentes mecanismos para promover o uso das energias renováveis. Um exemplo disso seriam os impostos ambientais e os bônus verdes.

  • Os impostos ambientais estão baseados no princípio de que quem contamina, paga. Aplicam taxas para os comportamentos nocivos para a saúde do planeta, de tal forma que incentivam a utilização das fontes renováveis de energia e promovem a poupança energética.
  • Os bônus verdes são um instrumento de crédito destinado exclusivamente a financiar projetos sustentáveis, sendo a ferramenta ideal para conseguir fundos para desenvolver projetos renováveis.

O 'BOOM' DOS EMPREGOS RELACIONADOS COM AS ENERGIAS RENOVÁVEIS

Conforme a IRENA, as energias renováveis criaram mais de 500.000 novos empregos em todo o mundo em 2017 (5,3 % a mais do que no ano anterior) e atualmente dão trabalho para mais de 10 milhões de pessoas. Uma tendência que só aumentará no futuro próximo. A Organização Internacional do Trabalho (OIT), em seu relatório Perspectivas sociais e do emprego no mundo - Tendências 2018, garante que as mudanças necessárias para alcançar os objetivos climáticos — tais como um maior uso das energias renováveis, o aumento dos veículos elétricos e o desenvolvimento urbano sustentável — poderiam dar lugar à criação de cerca de 18 milhões de empregos verdes em termos mundiais.

O que faz um técnico ou engenheiro em energia renovável?

O técnico ou engenheiro em energias renováveis é o profissional encarregado de conceber os projetos de energias renováveis e montar as instalações de geração. Ele também faz a supervisão e a manutenção das instalações renováveis para garantir que, com o passar do tempo, continuam sendo sustentáveis e funcionam corretamente. Além disso, promove o uso de energias renováveis e assessora as empresas sobre os sistemas mais adequados.

Este tipo de profissional deve ter, portanto, conhecimentos de engenharia, energia, meio ambiente e administração.