ODS 7: ENERGIAS RENOVÁVEIS E ACCESÍVEIS

Pioneiros da transição energética com um investimento de mais de 100 bilhões de euros em energias renováveis

#sustentabilidade ambiental #energias renováveis #ação social

O grupo Iberdrola é o primeiro produtor eólico do mundo e líder em energias renováveis em âmbito global, graças aos seus investimentos de mais de 100 bilhões de euros nos últimos 20 anos. No âmbito de seu compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, a companhia foca principalmente no ODS 7, energia limpa e acessível, e trabalha para levar eletricidade a todas as pessoas e otimizar o uso da energia.

NOSSA CONTRIBUIÇÃO PARA O ODS 7: ENERGIA LIMPA E ACESSÍVEL

 O grupo Iberdrola se comprometeu a liderar a transição energética, uma responsabilidade iniciada já faz 20 anos e na qual investiu 100 bilhões de euros até agora, o que o converte no líder mundial em termos de energias renováveis (líder mundial em energia eólica, com mais de 19 GW de capacidade própria instalada1). Ditos investimentos — dirigidos à eletrificação da economia, inovação e progressos tecnológicos e a uma maior conectividade do consumidor — passarão de 10 bilhões de euros em 2020, significando até 4.000 novos MW de capacidade instalada.

 79 % da capacidade instalada do grupo provém de fontes livres de emissões, o que representa um total de 37.037 MW de energia limpa1.

 O parque eólico offshore East Anglia ONE, localizado nas águas britânicas do Mar do Norte, é a maior instalação eólica da história da Iberdrola e uma das maiores do mundo em sua categoria com 714 MW. É operada pela ScottishPower, filial do grupo no Reino Unido, que atualmente é a única usina elétrica 100 % renovável do país.

 Eficiência energética: 65,8 milhões de toneladas de emissões de CO2 evitadas nos últimos três anos2.

 Eletricidade para todos: desde o lançamento do programa em janeiro de 2014, a Iberdrola levou eletricidade para 7 milhões de pessoas que não tinham acesso a essa fonte energética através de projetos baseados em formas modernas de energia e com modelos ambientais sustentáveis desenvolvidos em diferentes países da América Latina e África. A companhia fixou como objetivo ampliar o número de beneficiários a mais de 16 milhões até 2030.

 Luzes de Esperança: projeto lançado pela Iberdrola México, em parceria com a Iluméxico, para levar eletricidade a 30 comunidades rurais da Huasteca Potosina (México), graças à instalação de placas solares em moradias, escolas, centros de saúde e espaços comunitários. O programa recebeu um investimento de 30 milhões de pesos mexicanos e beneficiará 6.000 pessoas.

 Pioneiros em Investimento Socialmente Responsável: o grupo se converteu em um modelo de referência internacional em financiamento verde com 11,4 bilhões de euros emitidos em bônus verdes desde 2014.


1 Dados no encerramento dos Nove meses 2020.

2 Dados extraídos do Relatório de Sustentabilidade 2019 (Versao em espanhol) [PDF].

 

AVANÇANDO PARA O SDG 7

A empresa energética.

A energética do futuro

A Iberdrola se antecipou em 20 anos à atual transição energética para enfrentar os desafios das mudanças climáticas.
Líder mundial.

Líder mundial em energias renováveis

O grupo Iberdrola já investiu mais de 100 bilhões de euros em energias renováveis nos últimos 20 anos.
Projeto Flagship.

Projeto Flagship

Lideramos o projeto Flagship para avançar rumo à energia eólica offshore flutuante.
Hidrogênio verde.

Hidrogênio verde

O hidrogênio extraído de fontes renováveis é fundamental para conseguir a descarbonização do planeta e cumprir os propósitos climáticos até 2050.
Energia eólica offshore.

O que é a energia eólica 'offshore'?

A energia eólica offshore é uma fonte de energia limpa e renovável que provém do aproveitamento da força do vento que ocorre em alto mar.
Blockchain.

'Blockchain' no mercado energético

A Iberdrola está implementando um projeto baseado no blockchain para certificar a origem verde da energia.

 

 

 

O QUE É O OBJETIVO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 7: ENERGIA LIMPA E ACESSÍVEL

O ODS 7 visa assegurar o acesso a uma energia acessível, segura, sustentável e moderna para todos. Para tal, é necessário dobrar a taxa mundial de melhoria da eficiência energética e aumentar consideravelmente a porcentagem de energias renováveis no mix energético.

POR QUE O ODS 7 É TÃO IMPORTANTE: ENERGIA LIMPA E ACESSÍVEL

Cerca de 840 milhões de pessoas, mais de 10 % da população mundial, vivem sem eletricidade1 e um bilhão se conecta a redes elétricas pouco confiáveis e instáveis2. Atualmente quase 3 bilhões de pessoas na Ásia e no sul do Saara ainda cozinham com combustíveis poluentes (lenha, carvão vegetal, esterco ou carvão mineral)3, o que representa 40 % da população mundial.

Essa falta de acesso a uma energia segura e sustentável provoca graves problemas tanto para os seres humanos quanto para o meio ambiente. A Organização das Nações Unidas indica que ocorrem quatro milhões de mortes prematuras como consequência da poluição do ar devido à queima de biomassa para cozinhar e gerar calor. Da mesma forma, de acordo com essa instituição, a energia representa 60 % de todas as emissões mundiais de gases de efeito estufa (GEE), sendo o principal fator responsável pelas mudanças climáticas.

Enfrentar essa situação se converteu em um objetivo primordial em escala internacional, por isso a ONU estabeleceu a necessidade de assegurar o acesso a uma energia acessível, segura, sustentável e moderna para todos como o ODS 7 de seus 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, aprovado em setembro de 2015 e que integra a Agenda 2030.

A IBERDROLA COM OS ODS

FATORES PARA ENTENDER A FALTA DE ELETRICIDADE NO MUNDO

A QUEM AFETA?

840 milhões de pessoas em todo o mundo vivem sem eletricidade,

3 bilhões cozinham com combustíveis contaminantes,

1 bilhão conecta-se a redes elétricas pouco confiáveis e instáveis.

COMO SE DISTRIBUI NO MUNDO?

Os 10 países com maior número de pessoas que vivem em zonas rurais e não têm acesso à energia elétrica concentram-se na África Subsaariana:

25%

20%

15%

10%

5%

0

Burundi

Chade

Malavi

Congo Rep. Dem.

Níger

Libéria

Uganda

Serra Leoa

Madagascar

Sudão do Sul

PRINCIPAIS CAUSAS

Falta de infraestruturas acessíveis, sobretudo nos países subdesenvolvidos; investimento insuficiente no setor energético e custos de produção elevados.

COMO PODEMOS ACABAR COM ELA?

Devemos aumentar o financiamento para conseguir um sistema energético acessível, confiável e sustentável, investir em energias renováveis, incentivar os modos de transporte de menor consumo energético e implantar sistemas de energia baseados na biomassa, energia geotérmica ou solar.

 

 VEJA INFOGRÁFICO: Fatores-chave para entender a falta de eletricidade no mundo [PDF]

1 Banco Mundial.

2 Fronteiras 2017, último relatório da ONU sobre os desafios ambientais.

3 Tracking SDG7: The energy progress report, publicado em 2019 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em conjunto com o Banco Mundial, a Agência Internacional da Energia (AIE), a ONU e a Agência Internacional de Energias Renováveis (IRENA).

 

METAS DO ODS 7: ENERGIA LIMPA E ACESSÍVEL

Embora a proporção de pessoas que não possuem acesso à eletricidade tenha diminuído para mais da metade desde o ano 2000, é necessário continuar trabalhando para acabar com essa situação ou em 2030 ainda viverão sem eletricidade 674 milhões de pessoas e 2,3 bilhões usarão métodos poluentes para cozinhar.

Por isso, os objetivos fixados para o ano de 2030 são:

  • Garantir o acesso universal a serviços energéticos acessíveis, confiáveis e modernos.
  • Aumentar a proporção de energia renovável no conjunto das fontes de energia.
  • Aumentar a cooperação internacional para facilitar o acesso à pesquisa e à tecnologia relativas à energia limpa.
  • Ampliar a infraestrutura e melhorar a tecnologia para prestar serviços de energia modernos e sustentáveis para todos.