mudanças climáticas

A mudança climática é um dos desafios mais importantes que a humanidade deve enfrentar no século XXI. O setor elétrico desempenha um papel essencial na consecução do propósito fixado pelo Acordo de Paris para limitar o aumento da temperatura do planeta.

TeInteresa
  • De acordo com a ONU, haverá 9,7 bilhões de pessoas na Terra até 2050. Para alimentá-las, estima-se que a produção de alimentos deverá aumentar em 70 %. A indústria alimentícia já está trabalhando em formas de enfrentar tal desafio e os novos alimentos, desde insetos — endossados pela FAO — até microalgas ou inclusive carne artificial, estarão gradualmente presentes nos supermercados.

  • Talvez você não saiba o que é o permafrost, mas seu derretimento, que avança em função das mudanças climáticas — e que atingiu um ponto crítico — pode ter graves consequências para o seu futuro. Este solo, permanentemente congelado e situado em áreas circumpolares do Canadá, Alasca ou Sibéria, entre outras, tem atuado como sumidouro de carbono durante milhares de anos e, caso se descongele, pode liberar grandes quantidades desse gás, aumentando o problema do aquecimento global.

    Conforme o Painel Intergovernamental sobre as Alterações Climáticas (IPCC) da ONU, o número de fenômenos meteorológicos extremos se multiplicou durante o ano 2020. E o ser humano é um dos principais culpados. Mas, concretamente, a que tipo de fenômenos nos estamos referindo? Ondas de calor que ressecam os terrenos e que agravam incêndios, até furacões ou secas, entre outros. Nós os revisaremos a seguir.

  • Sob o slogan Getting it done (Fazendo acontecer), a Semana do Clima de Nova York (20 - 26 de setembro) colocou o foco no cumprimento dos objetivos climáticos e na necessidade de aumentar os compromissos assumidos pelas empresas, governos e organizações. O grupo Iberdrola, referência mundial na luta contra as mudanças climáticas, esteve novamente presente no evento, uma oportunidade global para unir esforços com o objetivo de acelerar a ação climática e avaliar o progresso antes da COP26.

    Descubra mais artigos interessantes relacionados

    Coincidindo com a Semana Europeia da Mobilidade (16 a 22 de setembro), o grupo Iberdrola reafirmava seu compromisso com a mobilidade sustentável e a eletrificação do transporte como recursos eficientes para combater as mudanças climáticas.