NotíciaVolver

25/01/2021

Os resultados foram apresentados por ocasião do encontro do Fórum Econômico Mundial realizado ao longo desta semana

A Iberdrola é a empresa espanhola mais sustentável de acordo com a nova edição do índice Global 100

  • Situa-se entre as 20 primeiras empresas do mundo por critérios de sustentabilidade, segundo o índice elaborado anualmente pela revista Corporate Knights
  • A publicação destaca a Iberdrola como uma das denominadas 'green energy majors' em um contexto global de aposta na recuperação verde e compromissos climáticos cada vez mais ambiciosos

A Iberdrola foi selecionada como a empresa espanhola mais sustentável pelo índice Global 100 Most Sustainable Corporations in the World, elaborado anualmente pela publicação Corporate Knights. A Companhia liderada por Ignacio Galán também foi selecionada como uma das primeiras 20 empresas do mundo nessa classificação. Os resultados desta 17.ª edição foram divulgados por ocasião do encontro anual do Fórum Econômico Mundial que acontece a partir de hoje de forma virtual.

Nessa nova edição, o relatório destaca especialmente como a pandemia reafirmou a convicção de que a reativação da economia e criação de empregos somente podem se tornar realidade com investimentos sustentáveis, tal como demonstra o crescente compromisso tanto dos governos quanto das empresas. Nesse sentido, destaca a Iberdrola como uma das denominadas 'green energy majors', líderes nesse processo de transformação do modelo econômico.

Para elaborar o ranking das 100 empresas mais sustentáveis do mundo, foram analisadas mais de 8.000 empresas listadas, cujas receitas são superiores a 1 bilhão de dólares, sendo descartadas aquelas que geram energia a partir do carvão, dificultam as políticas climáticas e causam um desmatamento extremo com sua atividade.

Uma vez feita essa seleção, o relatório analisa 24 indicadores que incluem as receitas provenientes de áreas 'verdes', o investimento em negócios sustentáveis, os níveis de carbono, o pagamento de impostos, a diversidade de gênero no Conselho de Administração e a diversidade racial.

Em todos esses âmbitos, além de ser pioneira, a Iberdrola também definiu planos concretos e investimentos para continuar avançando nos próximos anos. Em seu plano 2020-2025, a Companhia planeja fazer investimentos no valor de 75 bilhões de euros, destinados à transição energética através de mais projetos renováveis, redes inteligentes e sistemas de armazenamento em larga escala.

No que se refere aos níveis de carbono, com emissões de CO2/kWh que já são dois terços inferiores em relação à média europeia, a estratégia de investimento em energias limpas e redes levará a Iberdrola a ser uma empresa “neutra em carbono” na Europa em 2030 e a reduzir em 86% suas emissões de CO2 em âmbito global, até 50 g/kWh no final da década chegando a 70g/kWh até o final de 2025. A Iberdrola já gera 100% de sua energia sem emissões em países como o Reino Unido, Alemanha ou Portugal.

Relativamente ao pagamento de impostos, a contribuição tributária da Iberdrola no mundo chegou a 8,156 bilhões de euros em 2019. Seu Relatório de transparência tributária 2019 revela que o compromisso da Iberdrola com a sociedade se concretiza no fato de que 43% do lucro antes de impostos foi destinado ao pagamento de tributos.

Em relação ao seu compromisso com a diversidade e a igualdade de oportunidades, a Iberdrola também foi pioneira na elaboração de seu primeiro Relatório de Diversidade e Inclusão. Nele especificam-se as iniciativas desenvolvidas pela Companhia nessas matérias, consideradas como uma prioridade estratégica para seu crescimento sustentável.

Acesso a informação legal