A TECNOLOGIA SOCIAL E OS ODS

O impacto social e ambiental da tecnologia

A tecnologia revolucionou nossa forma de consumir, de nos relacionar e informar. No entanto, também é útil para resolver problemas sociais e ambientais. A conhecida como tecnologia social está ajudando-nos a conseguir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

Quando enumeramos as virtudes da tecnologia, costumamos ressaltar sua capacidade para nos conectar, entreter e facilitar nossa vida. Pensamos nos smartphones, nas redes sociais ou nos eletrodomésticos inteligentes, esquecendo ou dando menos importância ao enorme potencial que oferecem para converter o mundo em um lugar mais justo, igualitário, sustentável e próspero para todos.

O QUE É A TECNOLOGIA SOCIAL?

É uma corrente tecnológica com implicações filosóficas que utiliza todo o conhecimento disponível e as ferramentas digitais ao seu alcance para transformar a sociedade. O termo surgiu no final do século XIX e evoluiu até nossos dias atuando de forma transversal para identificar e resolver os principais desafios da humanidade: a desigualdade, a pobreza, a fome ou a democratização do acesso à energia, o trabalho, a educação e a saúde.

A tecnologia social é hoje um de nossos principais aliados em âmbito global para cumprir em 2030 os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) aprovados pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2015. Caso o consiga, além de termos um planeta melhor e mais habitável, as soluções digitais para alcançar os ODS gerariam 2,1 bilhões de dólares anuais, segundo indica um relatório de 2017 da rede internacional 2030Vision.

De que forma a tecnologia social pode ajudar?#RRSSDe que forma a tecnologia social pode ajudar?

 VER INFOGRAFICO: De que forma a tecnologia social pode ajudar? [PDF]

A TECNOLOGIA SOCIAL E SUA FORMA DE CONTRIBUIR PARA OS ODS

A inovação tecnológica implica uma economia gigantesca de tempo e dinheiro para a consecução dos ODS. Mais especificamente, e de acordo com a Rede Espanhola do Pacto Mundial das Nações Unidas, o impacto social da tecnologia pode ser resumido em sete pontos-chave:

 Promove o acesso à informação

A transparência e a qualidade informativa que universalizou a Internet em relação a áreas como o meio ambiente, o trabalho, a saúde, a educação e os serviços sociais, entre outras, podem contribuir para os objetivos sociais e ecológicos (ODS 1 e 16).

 Facilita a análise e a coleta de dados

A tecnologia digital permite inovar na coleta, na medição e no monitoramento de dados, facilitando, por exemplo, a tomada de decisões estratégicas em agricultura para lutar contra a fome (ODS 2).

 Favorece o nascimento de novos modelos de negócio

A Internet e as novas tecnologias propiciaram novas ideias empresariais que impulsionam a economia e o desenvolvimento sustentável. É o caso, por exemplo, do carro compartilhado que beneficia os ODS 8 e 11.

 Aumenta a captação de fundos online

O financiamento coletivo (crowdsourcing) e as plataformas de investimento responsável podem fornecer novas fontes de financiamento para negócios sustentáveis ou iniciativas inovadoras que repercutam positivamente nos ODS como 7 e o 9.

    Desenvolve novos modelos de realidade

A Realidade Virtual e a aumentada podem melhorar a educação e a capacitação profissional (ODS 4 e 8), assim como sensibilizar determinados grupos sobre as injustiças, a discriminação por gênero (ODS 5) ou a mudança climática (ODS 13).

 Oferece produtos e serviços adaptados

A tecnologia social pode reduzir as desigualdades (ODS 10) concebendo produtos e serviços adequados às necessidades dos cidadãos e grupos mais vulneráveis.

 Modernização dos processos

A robótica, por exemplo, permite construir robôs para consertar maquinaria complexa ou realizar intervenções cirúrgicas. Além disso, as impressoras 4D evitam o desperdício de material e a Inteligência Artificial automatiza a reciclagem. Todos eles favorecem a consecução do ODS 9.


Objetivos de desenvolvimento sustentável.

REQUISITOS E EXEMPLOS DE TECNOLOGIA SOCIAL

Visando contribuir para a consecução dos ODS, a tecnologia social deve cumprir quatro princípios:

 Simplicidade

A tecnologia tem que ser fácil de implementar e utilizar para a maioria da população.

 Baixo custo

Os custos de produção dessa tecnologia devem ser relativamente acessíveis.

 Replicável

Uma solução deve poder ser replicada com facilidade em circunstâncias similares.

 Impacto social comprovado

Seu funcionamento e seus resultados devem ser conhecidos antecipadamente e confrontados.

A tecnologia social é habitual no âmbito da educação e saúde, com exemplos como:

  • Aplicativos para aprender a ler: facilitam que as crianças tenham acesso à leitura. Os apps costumam dispor de menus intuitivos, com diferentes níveis e desafios para que os estudantes aprendam palavras e ortografia de forma divertida ao mesmo tempo que melhoram o processo de leitura e pronúncia.
  • Incubadoras para bebês de baixo custo: são muito práticas e de grande ajuda nos países em vias de desenvolvimento, onde incubadoras convencionais são muito caras e, em muitas ocasiões, difíceis de consertar e de utilizar devido à sua complexidade.


 5G, bem-vindos à era da hiperconectividade

 Li-Fi, Internet à velocidade da luz

 'Smart cities', la revolución tecnológica llega a las ciudades (*) Nota

   

(*) Disponível na versão em espanhol.