'START-UP' CHALLENGE: DETECÇÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA E CABEAMENTO

Procuramos soluções digitais que otimizem a nossa base de dados de iluminação pública e cabeamento

O grupo Iberdrola — por meio de sua filial de Redes e seu Programa internacional de 'start-ups' - PERSEO — lança o Start-up Challenge: Detecção de iluminação pública e cabeamento, uma convocatória internacional para que empresas de todo o mundo apresentem soluções para detectar e validar de forma autônoma os pontos de iluminação pública e cabeamento não registrados na base de dados da companhia. O prazo de inscrição é entre 3 de fevereiro e 31 de março de 2020.

Inscreva-se aqui.

QUAL É O PROPÓSITO DESTA INICIATIVA?

A iluminação pública representa cerca de 15% da energia identificada no plano da Iberdrola para reduzir as perdas da rede no Brasil. Em alguns casos, instalam-se inclusive novos pontos de iluminação que demoram para ser registrados nas bases de dados de manutenção. Por esse motivo, estamos procurando soluções que ajudem a atualizar a base de dados de forma periódica e rápida com ferramentas digitais, de tal forma que a manutenção da infraestrutura melhore e se reduzam as perdas de energia na rede.

Da mesma forma, cabos de telefonia e TV por assinatura de operadoras de telecomunicações são instalados à revelia nos postes da distribuidora sem que a distribuidora receba as devidas taxas de compartilhamento.

Esta situação é recorrente no Brasil, especialmente nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte, razão pela qual será nestas regiões onde a solução que vencer a convocatória será validada. Porém, esta também poderá ser utilizada em outras regiões e para outros ativos do grupo.

QUAIS SÃO OS REQUISITOS QUE DEVEM SER CUMPRIDOS PELAS SOLUÇÕES PROPOSTAS?

  • O método de detecção deve utilizar bases de dados externas, além dos dados e do georreferenciamento dos postes de iluminação da companhia.
  • As imagens ou dados utilizadas para a detecção devem ser atualizadas frequentemente.
  • O processo tem que ser automático e funcionar quase sem a intervenção humana.
  • Deve seguir critérios de eficiência, utilidade, escalabilidade e reprodutibilidade.

VOCÊ TEM ALGUMA DÚVIDA?

Entre em contato conosco.

POR QUE VOCÊ DEVERIA PARTICIPAR?

 Projeto-piloto

A Iberdrola assumirá os gastos e proporcionará ao ganhador do desafio apoio técnico para testar sua solução nas instalações da filial de Redes, concedendo-lhe acesso aos recursos necessários para validá-la (equipamento, instrumentos, infraestruturas, localizações de alta tecnologia, áreas de coworking, etc.).

 Novos clientes e investidores

Se o projeto-piloto tiver sucesso, a empresa incluirá a solução no portfólio de fornecedores para melhorar a operabilidade e manutenção das suas bases de dados. Do mesmo modo, existe a possibilidade do fundo Perseo investir no projeto.

 Escalabilidade do negócio

A tecnologia ganhadora poderia ser utilizada em outras regiões de negócio do grupo e em outros ativos de redes.
 

Cronograma.
 

 Bases legais [PDF]

ALINHADOS COM OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Este novo Start-up Challenge está inspirado, mais uma vez, nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, os quais o grupo Iberdrola incluiu na sua estratégia empresarial. Mais concretamente, a iniciativa está vocacionada a proporcionar energia acessível e limpa (ODS 7), e promover a indústria, a inovação e a infraestrutura (ODS 9).

 

Comprometidos com os ODS. Acesso.