'START-UP CHALLENGE': ENERGIA AGROVOLTAICA

Soluções para combinar de forma sustentável usinas fotovoltaicas com usos agrícolas e pecuários

Quatro projetos internacionais foram os vencedores do Start-up Challenge lançado em maio de 2021 pela Iberdrola — através de seu Programa internacional de Start-ups - PERSEO — cujo objetivo era encontrar soluções de baixo custo respeitosas com o meio ambiente para combinar de forma sustentável a implantação dos parques fotovoltaicos com atividades do setor primário nas zonas rurais.

Através de seu Programa internacional de Start-ups PERSEO, a Iberdrola selecionou quatro soluções para fortalecer a coexistência de usinas de geração solar fotovoltaica com atividades relacionadas à agricultura, horticultura, pecuária, piscicultura ou apicultura, visando melhorar a eficiência e a competitividade das instalações, o aproveitamento do terreno e a defesa da biodiversidade. É o que se conhece como energia agrovoltaica.

As quatro soluções, escolhidas entre 110 propostas de 32 países, foram pensadas sobretudo para terrenos localizados em fazendas capazes de abrigar instalações solares fotovoltaica em regiões que enfrentam o desafio demográfico, onde a economia rural se baseia majoritariamente na agricultura e na pecuária.

As soluções serão aplicadas em quatro âmbitos:

  Irrigação

A empresa espanhola EcoEnergías del Guadiana apresentou um projeto-piloto para combinar o cultivo de tomates sob estruturas fixas ou retráteis que suportam painéis solares, permitindo mitigar o estresse das plantas por golpes de calor e granizo, economizar água e melhorar os resultados da colheita.

  Viticultura

O projeto Winesolar — surgido da colaboração entre três empresas espanholas: Techedge (soluções tecnológicas avançadas), PVH (fabricante de rastreadores e estruturas para placas solares) e a vinícola Gonzalez Byass — pretende proteger os vinhedos gerando sombra graças a um seguidor inteligente. Um algoritmo de inteligência artificial controlará esses seguidores para adaptá-los às necessidades fisiológicas dos vinhedos assim como para otimizar a produção fotovoltaica e coletará dados para medir a umidade, temperatura, etc.

  Árvores frutíferas

A francesa Ombrea também usa a inteligência artificial para criar sombra. Apresenta uma solução com placas solares que se estendem ou retraem para modular a luz e a sombra de acordo com os dados climáticos coletados no terreno através de sensores. O objetivo é proteger as plantas de ondas de calor, secas, granizo ou geadas.

  Bem-estar animal

A plataforma de análise e sistema de monitoramento do comportamento do gado bovino FarmLife, da também francesa itk, pretende poupar tempo e aumentar a produtividade oferecendo dados para a tomada de decisão apoiando-se em quatro pilares: reprodução, nutrição, conforto e saúde.

O PRÊMIO

O prêmio consistirá na assinatura de um acordo de colaboração e teste com o Programa Internacional de Start-ups - PERSEO ou outra empresa relevante do grupo, que assumirão os custos e fornecerão ao vencedor o apoio técnico necessário, dando acesso a equipamentos, equipes, infraestruturas, locais de alta tecnologia e áreas de trabalho.

Se o ensaio ou teste do conceito for satisfatório, a Iberdrola poderá oferecer ao vencedor a oportunidade de incrementar a solução por meio de acordos comerciais.

Além disso, o PERSEO poderia considerar investir no participante.

APOSTA NA ENERGIA SOLAR

O grupo Iberdrola aposta nas energias renováveis para avançar rumo à transição energética e à necessária descarbonização e eletrificação da economia, Em consonância com seu compromisso de luta contra as mudanças climáticas. O grupo planeja investir 150 bilhões de euros até 2030, o que permitirá aumentar sua capacidade instalada de geração de energia renovável para 95 GW até o final desta década.

A geração solar fotovoltaica é um dos principais pilares de crescimento da Iberdrola. Por isso, em 2020 foram instalados 874 MW de nova capacidade solar, o que permitiu atingir praticamente 35 GW de capacidade instalada de energia renovável em todo o mundo. A Iberdrola tem a maior usina fotovoltaica em funcionamento da EuropaNúñez de Balboa (Badajoz) com 500 MWp — e projeta outra ainda maior: Francisco Pizarro, que estará localizada em Cáceres e terá uma potência de 590 MWp.

 

  Bases jurídicas [PDF]