PROJETO PORT AUGUSTA

Port Augusta: nosso primeiro grande projeto de energia renovável no mercado australiano

O grupo Iberdrola passa à ação na Austrália com o seu primeiro grande desenvolvimento de energia renovável apços a compra da Infigen, uma das principais empresas locais de energias renováveis. O projeto Port Augusta, situado no estado da Austrália Meridional é até a presente data sua primeira usina híbrida eólica solar no mundo, representando um investimento de 500 milhões de dólares australianos.

Localização
Estado de South Australia (Austrália)

Capacidade total instalada
317 MW

Investimento
500 milhões de dólares australianos

Entrada em operação
2021

Projeto
Port Augusta

A usina renovável combinará 210 MW eólicos com 107 MW fotovoltaicos e gerará, uma vez em funcionamento, energia limpa suficiente para atender à demanda anual de 180.000 residências australianas.

A construção de Port Augusta criará 200 postos de trabalho até sua entrada em funcionamento, prevista para 2021. Dessa forma, a Iberdrola também impulsiona na Austrália uma economia verde que incentiva a reativação econômica e a criação de emprego no mundo pós-COVID.

O projeto contará com a participação de fornecedores globais, locais e espanhóis e já está contribuindo para a revitalização do tecido industrial. Mais concretamente, a empresa espanhola Elecnor será a responsável pela construção da subestação da usina e da linha de transmissão, assim como pelas áreas de armazenamento e vias de acesso. A Vestas, por sua vez, fabricará e instalará os 50 aerogeradores de 4,2 MW de capacidade unitária no parque eólico; a Longi fornecerá aproximadamente as cerca de 250.000 placas solares da usina fotovoltaica e a Sterling&Wilson se encarregará de sua construção.

LÍDERES NO MERCADO RENOVÁVEL AUSTRALIANO

Com a entrada na Austrália, a Iberdrola avança em seu processo de diversificação e se posiciona em mercados com um grande potencial renovável.

Depois da incorporação da Infigen Energy, a Austrália se tornou uma das grandes plataformas de crescimento para a Iberdrola. O grupo passa a ser um dos líderes do mercado australiano, pois controla mais de 800 MW de energia solar, eólica e baterias de armazenamento no país, incluindo capacidade própria e contratada, e uma importante carteira de projetos: 453 MW em construção (incluindo Port Augusta) e mais de 1.000 MW em diferentes fases de desenvolvimento.