IBERDROLA NA AUSTRÁLIA

Iberdrola se consolida como líder mundial em energias renováveis com seu desembarque na Austrália

#energias renováveis #projetos Iberdrola

O grupo Iberdrola se converte em um dos líderes do mercado australiano de energias renováveis após adquirir a empresa Infigen Energy. Graças a essa operação, a companhia passa a controlar no país mais de 800 MW de energia solar, eólica e baterias de armazenamento, assim como assume uma importante carteira de projetos, dos quais já estão em construção 453 MW e mais de 1.000 em diferentes fases de desenvolvimento.

A Iberdrola, no âmbito de sua estratégia contra as mudanças climáticas, continua se consolidando como a maior empresa de energia renovável do mundo com a inclusão de novos projetos em sua carteira. Nesse sentido, fechou com sucesso e em tempo recorde uma OPA (Oferta Pública de Aquisição) amistosa sobre a empresa australiana de energias renováveis Infigen Energy, uma operação que reforça seu desembarque nesse novo mercado prioritário, onde já iniciou a construção de seu primeiro empreendimento renovável: o projeto híbrido eólico-solar Port Augusta de 317 megawatts (MW).

Ignacio Galán, presidente do grupo Iberdrola

A Austrália se tornou um mercado prioritário para a Iberdrola, onde continuaremos crescendo com o desenvolvimento de nossa carteira de projetos e em busca de novas oportunidades

Trata-se da oitava operação corporativa liderada pelo grupo dirigido por Ignacio Galán no decorrer deste ano, o qual se comprometeu a fazer investimentos recorde de 10 bilhões em 2020 para continuar reafirmando sua posição de liderança mundial no contexto das energias renováveis.

 

 

A Infigen possui sete parques eólicos em funcionamento que somam mais de 670 MW, assim como uma carteira de projetos eólicos e solares de 1.000 MW. A empresa também possui mais 560 MW operacionais através de diversos ativos em propriedade, leasing ou capital lite, entre os quais a energia adquirida mediante quatro PPAs (245 MW) ou baterias de armazenamento energético (75 MW). Esses 75 MW incluem os 25 da bateria que já gerenciava no parque eólico de Lake Bonney (Austrália do Sul) e outros 50 que irá operar na subestação de Wallgrove (Nova Gales do Sul) através de um acordo assinado com a distribuidora local TransGrid.

Iberdrola na Austrália
Após a aquisição amistosa da Infigen Energy, a Iberdrola se converteu em uma das companhias líderes do setor das energias limpas na Austrália com mais de 800 megawatts (MW) em funcionamento, 453 MW em construção e uma carteira de projetos em desenvolvimento de mais de 1.000 MW. A Iberdrola criou uma plataforma de crescimento muito atrativa, coerente com sua estratégia de se consolidar como a maior empresa de energias renováveis do mundo.
Capacidade
instalada

(ativos próprios e contratados
- solar, eólica e baterias)

TOTAL: 804,5 MW1

Em construção

TOTAL: 453 MW

Carteira

(em desenvolvimento)

TOTAL: 1.010 MW2

89,1 MW Austrália Ocidental 303,5 MW 300 MW 317 MW Austrália Meridional Nova Gales do Sul 302,3 MW 245 MW 136 MW Q ueensland 465 MW V itória 109,6 MW Território do Norte

1 Ativos próprios e contratados - solar, eólica e baterias

2 Em desenvolvimento

 

 VER INFOGRÁFICO: Iberdrola na Austrália [PDF]

PARQUE EÓLICO-SOLAR PORT AUGUSTA

A Iberdrola acaba de iniciar a construção do Port Augusta na Austrália do Sul, sua primeira usina híbrida eólica solar no mundo. É uma instalação renovável que combinará um parque eólico de 210 MW de capacidade instalada e uma usina fotovoltaica de 107 MW e gerará, uma vez em funcionamento, energia limpa suficiente para atender à demanda anual de 180.000 residências australianas.

Esse projeto, somado aos da Infigen, converterão a Iberdrola na companhia líder do mercado da região da Austrália do Sul por capacidade instalada, com quase 1.000 MW. A compra da empresa australiana também permitirá vender a energia produzida pelo parque de Port Augusta para clientes industriais do país.

O complexo implicará um investimento de 500 milhões de dólares australianos e poderia estar funcionando em 2021. Durante sua fase de construção serão criados aproximadamente 200 postos de trabalho e, uma vez em operação, empregará cerca de 20 pessoas. Contará com a participação de fornecedores globais, locais e espanhóis, contribuindo para a revitalização do tecido industrial.

Localização
Estado de South Australia (Austrália)

Capacidade total instalada
317 MW

Investimento
500 milhões de dólares australianos

Entrada em operação
2021

Projeto
Port Augusta

AUSTRÁLIA: UM MERCADO EM CRESCIMENTO

Ignacio Galán considerou de forma muito positiva a compra da Infigen e afirmou que, "com a nossa experiência como líder mundial em energia limpa e o talento e conhecimento do mercado australiano da Infigen, estamos preparados para enfrentar com sucesso o futuro crescimento das energias renováveis no país, que possui perspectivas muito boas".

A energia renovável na Austrália continua aumentando sua quota de mercado e se prevê que acelere seu crescimento nos próximos 10 anos. De acordo com o último Relatório de Energia do governo australiano, 21 % da produção total de eletricidade do país em 2019 provém de fontes renováveis, registrando-se um aumento de 46 % na produção solar e de 19 % na eólica.

Matriz energética da Austrália (2019).#RRSSMatriz energética da Austrália (2019).

A previsão é que em 2030 as emissões do setor elétrico na Austrália diminuam 23 % e que a proporção de energias renováveis no mix de geração alcance a taxa de 48 %. Essas perspectivas favoráveis baseiam-se nos planos para atualizar a rede de transmissão e distribuição do país, assim como na redução do custo das tecnologias de armazenamento.

Energias renováveis na Austrália.#RRSSEnergias renováveis na Austrália.