WindEurope Annual Event 2024

WindEurope 2024 busca em Bilbao soluções urgentes para o desenvolvimento eólico que promovam os compromissos europeus de descarbonização

Eventos Eólica offshore Eólica onshore

O evento anual WindEurope foi realizado em 2024 na cidade espanhola e a Iberdrola foi uma das principais empresas embaixadoras do evento. De 20 a 22 de março, Bilbao reuniu mais de 10.000 profissionais do setor que poderão ouvir especialistas em diferentes sessões e interagir com mais de 400 expositores que mostrarão todas as novidades do mercado eólico dentro e fora da Europa.

O WindEurope 2024 Annual Event , realizado em Bilbao entre os dias 20 e 22 de março, de quarta-feira a sexta-feira, foi uma oportunidade para que figuras proeminentes da política, dos negócios e da indústria ligadas à energia e à ação climática expressem e debatam suas opiniões. Cerca de 10.000 profissionais da indústria partciparam do evento, com cerca de 50 palestras de mais de 250 especialistas em energia eólica e quase 500 expositores representando toda a cadeia de valor da energia eólica. O tema do evento deste ano foi “Our wind, our value - Creating value for Europe, living up to Europe’s values” ("Nosso vento, nosso valor - Criando valor para a Europa, vivendo de acordo com os valores da Europa”, em tradução livre ao português), com foco na criação de valor para todo o continente.

Depois de um aumento dos preços e uma inflação severa nos últimos meses, o WindEurope provou ser um ponto de encontro para converter a energia eólica na ponta de lança da transição energética.

O evento referência da associação que promove o uso da energia eólica na Europa destaca o fato de que que a União Europeia (UE) instalou 16 GW de nova capacidade de energia eólica em 2022. "Isso representa 40% a mais do que em 2021", apontaram em um comunicado, "mas é muito menos do que o necessário para atingir as metas da UE para 2030". É por isso que os próximos anos são cruciais para planejar a promoção deste recurso renovável: tanto para atingir o objetivo de ser autossuficiente em energia, quanto para alcançar as exigências do Pacto Verde Europeu de descarbonização até 2050.

Na Iberdrola, há duas décadas fomos pioneiros na energia eólica onshore, uma tecnologia com a que contamos com 20,5 GW instalados, segundo dados do final do primeiro semestre de 2023. Nos últimos anos, a energia eólica offshore se consolidou como um dos nossos principais vetores de crescimento. No final do primeiro semestre de 2023, registramos um total de 1.258 MW offshore em operação e 5.500 MW em construção ou garantidos com contratos de longo prazo, que entrarão em operação antes de 2027 graças aos investimentos de cerca de 30 bilhões de euros em todo o mundo durante esta década.

 

"O acordo para triplicar a capacidade renovável até 2030 impulsionará investimentos maciços em energia eólica onshore e offshore."

Ignacio Galán

Presidente da Iberdrola

O que é a Wind Europe?

A Wind Europe é a principal associação de energia eólica da Europa. Com mais de 500 membros, seu principal objetivo é promover esse tipo de energia e criar um grupo de trabalho no qual todo o setor esteja representado, e que converge em seu evento anual, o WindEurope Annual Event.

Participação da Iberdrola no WindEurope Annual Event 2024

Nesta edição, a Iberdrola patrocina as conferências "Powering the Future", onde, entre os dias 20 e 22, durante três dias, especialistas do setor se reunirão para discutir como gerenciar a energia para torná-la mais sustentável, eficiente e resiliente.

Em 20 de março, os painéis se concentraram na eletrificação do calor industrial, no armazenamento e na transformação digital das redes, terminando com a cerimônia de premiação dos vencedores do Hackaton.

O evento do dia 21 começou com duas sessões dedicadas a jovens talentos e continuou com sessões dedicadas à economia circular no setor de renováveis, microrredes, flexibilidade das redes e à visão do setor no período de 2024-2050, e concluiu com um painel voltado à descarbonização dos portos por meio de sua eletrificação.

Por fim, o dia 22 se concentrou na importância de investir em redes e torná-las flexíveis, no hidrogênio verde, na inovação aberta, na eletrificação do transporte e a na importância das bombas de calor.

Xabier Viteri Solaun

Xabier Viteri Solaun

Managing Director, Iberdrola Renewables

Margarita Fernández de Prada

Margarita Fernández de Prada

Director of Digital Transformation

Juan Rivier

Juan Rivier

Head of Global Renewables Regulation

Juan Carlos Rucián

Juan Carlos Rucián

Head of EU Regulation & Associations Relations

Pablo Temiño López Jurado

Pablo Temiño López Jurado

Offshore Business Head of Windfarm

Elena González

Elena González

Lead O&M Engineer, Iberdrola

Oscar Cantalejo

Oscar Cantalejo

Head of Open Innovation and Corporate Venturing

Pablo Pirles

Pablo Pirles

CEO Alliance Iberdrola | bp pulse

Fernando Mateo Barrientos

Fernando Mateo Barrientos

Global Head of Heat Industrial Decarbonization

Jorge Palomar

Jorge Palomar

Head Of Global Hydrogen Development

  • Alejandro López Aguayo - Head of Energy Planning
  • Juan Luis Aguirrezábal - Head of Global Employability

  • Rafael Bellido - Head of Flexibility Solutions

  • Vanessa Castro - Head of energy, efficiency and edification

  • Ainhoa Garmendia - Public Recharge Responsible

  • Sofia Koukoura - Innovation Manager

  • Carlos López Pascual - Head of Energy Management Solution

  • Rosana Martín Hidalgo - Head of Transformational Projects i-DE

  • Pedro Otazua - OPS Projects Development Manager

  • Alvaro Portellano - Global Head of Perseo Venture Builder

  • Francisco Portugal - Global Key Account Manager of Industrial Heat Decarbonization

Importância da energia eólica na Espanha

A energia eólica é a segunda maior fonte de geração de eletricidade na Espanha. De acordo com dados de 2023, existem mais de 22.000 turbinas eólicas instaladas no país, um número que permite atender a 24% da demanda de energia. No mundo, a Espanha ocupa o quinto lugar em termos de capacidade instalada de energia eólica, atrás apenas da China, dos Estados Unidos, da Alemanha e da Índia, sendo, portanto, o segundo país europeu com maior capacidade eólica.

A Espanha aproveitou sua localização estratégica para aumentar a quantidade de energia renovável em sua matriz energética e, ao mesmo tempo, apostou nas energias renováveis como forma de evitar o despovoamento rural. Além disso, o país também aumentou a produção de energia limpa com o uso de usinas solares.

Na Iberdrola, também estamos desenvolvendo numerosos projetos híbridos que combinam ambas as tecnologias para alcançar um maior aproveitamento das fontes renováveis, com o objetivo de aumentar a produção e reduzir a dependência de combustíveis fósseis.
 

Participação da Iberdrola WindEurope Annual Event 2022 

É devido ao significativo papel internacional da Iberdrola no desenvolvimento da energia eólica que participamos ativamente do WindEurope Annual Event 2022Link externo, abra em uma nova aba. . No primeiro dia do evento, estará presente na sessão de abertura Xabier Viteri, diretor de Negócios de Renováveis do Grupo Iberdrola. No mesmo dia, 5 de abril, o CEO da Iberdrola Renovables Julio Castro participou da sessão 'Making sure wind energy is 'made in Europe', focalizando, como comunica o evento, a importância que a simplificação dos procedimentos de licenciamento e o desenho de leilões tem para a saúde da cadeia de fornecimento de energia eólica europeia, de modo que fortaleça sua posição na atual crise energética e promova um Green Deal "feito na Europa".

No mesmo dia, Irma Maure, responsável de Gestão de Talentos, Recrutamento e Treinamento na Iberdrola, participou da sessão ‘Getting the workforce and skills we need’, orientada às necessidades de programas de formação e de talento para esta indústria e em como promover a inclusão e a diversidade. E para encerrar o dia, Elena González, engenheira principal da O&M (operação e manutenção) liderado a sessão sobre turbinas e componentes da eólica offshore.

No dia 6 de abril, o segundo dia do WindEurope Annual Event 2022, será a vez de Álvaro Martínez Palacios, diretor geral de eólica offshore da Iberdrola, que participará da sessão ‘Growing offshore wind from 28 GW today to 450 GW by 2050’. José Luis Adanero, responsável do setor de investimento e monitoramento dos negócios renováveis, também fazia parte do painel ‘How to make a return when you invest in a wind farm’ sobre como obter um retorno ao investir em energia eólica.

À tarde, Ignacio Pantojo, chefe de Equipe de Eólica Flutuante, estará no encontro ‘Europe part 3: Spain offshore’, onde será discutido o estado das tecnologias flutuantes e das cadeias de suprimentos, enquanto Sofia Koukoura, engenheira sênior de Análise de Desempenho de Ativos da ScottishPower Renewables, conduziu a sessão ‘Optimising operations of existing wind farms’, na qual serão apresentadas várias metodologias e estratégias para otimizar a operação dos parques eólicos e prolongar sua vida útil.

Por último, no dia 7 de abril, Elena Ferrández, chefe de Perspectiva Tecnológica da Iberdrola Renovables, fazia parte da ‘Wind+Solar, Wind+Storage... Let's go 'hybrid'!’ sobre a importância dos projetos híbridos para aumentar a eficiência do sistema elétrico e garantir um melhor equilíbrio no fornecimento de energia.

Eolica flotante

Eólica offshore flutuante: o que é e como funciona?

A força do vento é mais poderosa no oceano do que em terra, daí o desenvolvimento da energia eólica offshore nos últimos anos

Palas aerogeneradores

O que é uma turbina eólica e como funciona

Você alguma vez já se perguntou como a torre de um aerogerador aguenta tanto peso? Ou por que todos estão orientados no mesmo sentido? 

eolica terrestre

Funcionamento dos parques eólicos onshore

Para aproveitar o vento que sopra em terra, são construídos enormes complexos eólicos capazes de extrair o máximo potencial desse recurso limpo e renovável. Vamos contar-lhe tudo sobre eles.