DSO (DISTRIBUTION SYSTEM OPERATOR)

DSO, como transformar o gerenciamento de rede em um modelo mais inteligente?

#sociedade #sustentabilidade ambiental #P+D+I

O setor energético está em pleno processo de transição a fim de oferecer um modelo mais inteligente e sustentável. Um processo que passa pela inovação e digitalização e que tem como principal objetivo cuidar do planeta e das pessoas. A implantação do modelo DSO (Distribution System Operators) permitirá maximizar a integração de energias renováveis e acelerar a descarbonização da economia criando valor para os clientes.

O modelo tradicional e unidirecional (Distribution Network Operator - DNO) da distribuição de energia a partir das redes de transmissão de alta tensão para os pontos de consumo está sendo transformado pela integração das energias renováveis e descentralização energética. Para operar e gerenciar esses novos recursos é fundamental dispor de uma rede digital, inteligente e flexível.

O QUE SÃO AS DSO (DISTRIBUTION SYSTEM OPERATORS)

As Operadoras de Sistemas de Distribuição (DSO) são as entidades responsáveis por distribuir e gerenciar a energia das fontes de geração para os usuários finais que a consomem. A digitalização é essencial para garantir o modelo DSO, exigindo investimentos em automatização, medidores inteligentes, sistemas em tempo real, big data e análise de dados.

O modelo DSO utiliza medidores inteligentes que permitem fazer a leitura bidirecional do fluxo de energia e a comunicação em tempo real. Dessa forma, é possível detectar interrupções e fazer o restabelecimento do fornecimento de forma automatizada, facilitando o acompanhamento do consumo diário dos clientes através de plataformas digitais de consulta à sua disposição.

AS VANTAGENS DO MODELO DSO

A crescente demanda elétrica por tecnologias com baixos teores de emissões de dióxido de carbono, tal como a recarga de veículos elétricos, junto ao aumento dos recursos energéticos distribuídos, impulsionou a necessidade de criar uma rede de distribuição capaz de gerenciar de forma proativa as necessidades dos clientes. Aqui entra em cena o modelo DSO, cabendo destacar entre as várias vantagens que oferece especialmente três:

 Através do uso de medidores inteligentes pode medir e gerenciar os fluxos de energia considerando sua bidirecionalidade — energia consumida e gerada —, além da intermitência das fontes eólicas e solares.

 Permite a integração maciça de energias renováveis, melhorando a qualidade de fornecimento e criando valor para os clientes.

 Permite ao cliente ter informações em tempo real sobre o consumo, proporcionando-lhe uma experiência completa e personalizada.