O QUE É CLOUD COMPUTING

Cloud Computing, chave para a democratização da inovação

#empresa #talento digital #P+D+I

A pandemia da COVID-19 revelou o potencial da Cloud Computing. A acessibilidade para qualquer profissional poder acessar o software — independentemente de onde estiver — foi fundamental para a implantação do home office nas empresas. Além disso, a nuvem melhora a produtividade ao garantir procedimentos mais ágeis ou reduzir as despesas associadas à TI e à manutenção e, inclusive, minimiza o impacto ambiental.

Vivemos em uma época de constante inovação tecnológica e a pandemia da COVID-19 acrescentou e potencializou ainda mais este fato. A Cloud Computing, junto ao Big Data, à Internet das Coisas (IoT), ao Machine Learning ou à Inteligência Artificial, será uma das inovações que marcarão os próximos anos. Com efeito, esta tecnologia se postula como uma ferramenta essencial para as empresas. A seguir, explicamos o que é, como funciona e suas principais vantagens.

CLOUD COMPUTING: DEFINIÇÃO E ORIGEM

A Cloud Computing é uma tecnologia que possibilita o acesso remoto a softwares, processamento de dados e armazenamento de arquivos através da Internet, convertendo-se assim em uma alternativa à execução em um computador pessoal ou servidor local. É assim como a empresa norte-americana de software Salesforce define esta tecnologia. Além disso, como uma de suas principais virtudes, ressalta sua capacidade para democratizar o acesso a recursos de software que se encontram a nível internacional.

Marc Benioff, Diretor Executivo da Salesforce

A nuvem proporciona serviço às empresas de todas as dimensões. A nuvem é para todo o mundo. A nuvem é uma democracia

Definitivamente, a Cloud Computing oferece, tanto a indivíduos quanto a empresas, um pool de recursos informáticos com uma adequada manutenção e um acesso simples, seguro e sob demanda. Há um termo-chave nesta tecnologia: a multilocalização, que é o que diferencia a computação na nuvem da simples terceirização e de anteriores modelos de provedores de serviços de aplicativos.

A origem desta tecnologia remonta à década de 60 do século XX. Para alguns especialistas, John McCarthy (ao qual também se atribui o conceito de Inteligência Artificial) foi a pessoa que apresentou o termo em 1961. Por outro lado, existem outros que consideram que o conceito de Cloud Computing já transparecia nos trabalhos contemporâneos de Joseph Carl Robnett Licklider (um dos criadores da ARPANET: origem da Internet atual), que pretendiam que todas as pessoas pudessem estar interconectadas para acessar dados e programas desde qualquer lugar.

CARACTERÍSTICAS DA CLOUD COMPUTING

Uma vez extraída uma definição, elencamos as características principais da Cloud Computing conforme o National Institute of Standards and Technology (NIST):

 Elasticidade

Os recursos podem ser provisionados e liberados elasticamente sob demanda. Deste modo, o usuário tem uma experiência que constrói sua dimensão por meio de sua utilização real.

 On-demand self-service

O usuário pode aprovisionar, por seus próprior meios, capacidades informáticas sem a necessidade de consultar um profissional de TI ou o provedor do serviço.

 Medição

Os sistemas na nuvem contam com mecanismos de medição para cada serviço e isso facilita a monitorização do uso de recursos. Isto proporciona transparência ao provedor e ao consumidor.

 Multiusuário

As diversas capacidades estão disponíveis pela rede e podem ser acessadas através de mecanismos-padrão, o que significa que o software tem múltiplos usuários.

 Multiplataforma

Os recursos informáticos do provedor se agrupam para dar serviço a múltiplos consumidores através de plataformas como computadores, celulares ou tablets, entre outras.

COMO FUNCIONA E PARA QUE SERVE A CLOUD COMPUTING

Para compreender a Cloud Computing, convém saber seu funcionamento. Em poucas palavras, esta tecnologia utiliza uma camada de rede para conectar os dispositivos de ponto periférico dos usuários a recursos centralizados em um data centre — locais que exigem muita energia para alimentação e resfriamento —.

Por outro lado, a Cloud Computing está composta por duas partes:

  • Front end

A infraestrutura front end inclui tudo aquilo com que o usuário final interage, ou seja, componentes tais como redes locais, navegadores web e aplicativos web.

  • Back end

A infraestrutura back end se encarrega de potencializar a arquitetura front end. Compreende o hardware e o armazenamento e se encontra em um servidor remoto.

A arquitetura Cloud Computing em breves palavras.#RRSSA arquitetura Cloud Computing em breves palavras.

 VER INFOGRÁFICO: A arquitetura Cloud Computing em breves palavras [PDF]

A Cloud Computing tem numerosas aplicações. Destacamos três delas:

  • Manutenção de software: quando o software provém da nuvem, os problemas e custos flutuantes desaparecem em grande medida.
  • Oferecer uma maior segurança: a segurança da computação na nuvem excede amplamente os níveis da computação tradicional, o que reforça a cibersegurança das empresas.
  • Democratizar a computação: esta tecnologia é capaz de situar todos os usuários no mesmo nível, sem importar quantos estejam na plataforma.

TIPOS DE CLOUD COMPUTING

Conforme a multinacional tecnológica IBM, existem três tipos de Cloud Computing, embora a Salesforce acrescente um quarto:

  • Nuvem privada: infraestrutura usada por uma única organização, seja gerenciada e hospedada interna ou externamente. Não possui um ponto de acesso público.
  • Nuvem pública: são administradas e pertencem a empresas que oferecem acesso rápido e acessível a recursos informáticos através de uma rede pública.
  • Nuvem híbrida: utiliza uma base de nuvem privada combinada com a integração estratégica e o uso de serviços de uma nuvem pública.
  • Nuvem comunitária: é criada quando diferentes empresas ou organizações reúnem seus recursos na nuvem com o objetivo de resolver um problema comum.

VANTAGENS DA CLOUD COMPUTING

A Cloud Computing oferece várias vantagens às empresas que apostam em seu uso. Entre elas:

 Recuperação

Os problemas de recuperação são resolvidos de forma mais rápida e eficiente na nuvem que na computação tradicional.

 Atualização

Os provedores do serviço se encarregam da manutenção automática do servidor, incluindo as atualizações relacionadas com a segurança.

 Ubiquidade

Os funcionários podem escolher entre home office e trabalhar em qualquer lugar. Só precisam de acesso e conexão à Internet.

 Flexibilidade

Os serviços oferecidos através da nuvem têm a capacidade de atender mais demanda e de forma mais imediata.

 Colaboração

O trabalho em equipe se fortalece, pois todos os funcionários podem compartilhar tanto aplicativos quanto documentos de forma simultânea.

 Sustentabilidade

Somente utiliza o espaço que precisa no servidor, o que favorece uma redução da pegada de carbono da empresa.