RPA

A Automação Robótica de Processos (RPA) nas empresas e seu impacto na indústria

#empresa #talento digital #P+D+I

A Automação Robótica de Processos (Robotic Process Automation ou RPA) está transformando a maneira como as empresas funcionam. Os robôs de software de RPA se comunicam com os sistemas e aplicativos para agilizar processos e reduzir a carga de trabalho que recai nos humanos. A seguir, expomos como funciona e quais são suas vantagens.

As melhorias na produtividade têm sido constantes nas últimas décadas. Graças à transformação digital em geral e à automação de processos em particular, cada vez custa menos tempo e dinheiro realizar tarefas mais complexas. As tarefas repetitivas que antes exigiam uma ou várias pessoas para sua execução, agora podem ser programadas nos sistemas informáticos da empresa e serem realizadas automaticamente.

O QUE É RPA

Se falamos de Robotic Process Automation (RPA) estamos fazendo menção a um método para automatizar processos transacionais baseados em regras específicas. Pensemos em um funcionário que utiliza um software de contabilidade, de CRM (Customer Relationship Management), de ERP (Enterprise Resource Planning) ou de qualquer outro aplicativo empresarial e perguntemo-nos: o seu trabalho poderia ser automatizado? O RPA responde que sim, pelo menos suas tarefas mais mecânicas.

Forrester Consulting

O RPA é o próximo passo lógico para reduzir consideravelmente a necessidade de os trabalhadores executarem tarefas de grande volume baseadas em regras

A automação tradicional apenas executa as instruções predefinidas, o que limita o âmbito das tarefas que podem ser automatizadas com ela. O RPA mudará isso e será um componente fundamental da hiperautomação. Combinado com a Inteligência Artificial, o Machine Learning e o Big Data, em um futuro muito próximo os robôs aprenderão dos processos existentes, o que lhes permitirá resolver problemas à medida que surgirem.

Automação e robótica

A automação não deve ser confundida com a robotização. Saber as diferenças entre ambas é importante ao implementar uma dessas tecnologias, levando em conta sua eficácia. A automação de processos oferece confiabilidade e uma excelente produtividade quando se trata de trabalhar em ambientes estruturados, enquanto a robotização oferece a vantagem de ter autonomia de decisão, permitindo trabalhar em ambientes mais variados.

A evolução da automação de processos.#RRSSA evolução da automação de processos.

 VER INFOGRÁFICO: A evolução da automação de processos [PDF]

COMO FUNCIONA O RPA E SUA INTEGRAÇÃO NA EMPRESA

A implantação do RPA em uma organização exige a adaptação tanto da tecnologia quanto do organograma. A seguir, elencamos alguns dos principais aspectos-chave:

  • Os desenvolvedores de processos identificam as tarefas que o RPA fará.
  • Um sistema denominado gestor de robôs atribui e monitora as tarefas identificadas.
  • Os aplicativos informáticos são as plataformas através das quais robôs e usuários interagem.
  • Os robôs, ou programas de software, interagem com os aplicativos da empresa.
  • Os usuários interagem com os aplicativos e resolvem os incidentes que o robô escala.

Quais são as áreas de aplicação do RPA? Quais processos podem ou tendem a ser automatizados hoje em dia? Mencionamos alguns deles: operações em vendas, operações em compras, mediação e comunicação com fornecedores, conciliação de registros contábeis e extratos bancários, comparação de preços de suprimentos, gestão de folhas de pagamento, geração de relatórios, atendimento ao cliente, etc. Portanto, o RPA tem impacto na maioria dos setores da indústria: finanças e bancos, energia, seguros, saúde, manufatura, logística, tecnologia e telecomunicações, entre outros.

FERRAMENTAS DO RPA

As ferramentas RPA são aplicativos de software através dos quais os usuários podem configurar as tarefas que devem ser automatizadas pelos bots. Embora alguns desses aplicativos exijam certos conhecimentos de programação, há outros que oferecem a possibilidade de usar linguagem natural ou interfaces de usuário simples. De um modo geral, devem ter as seguintes características:

 Segurança

Gerenciar as credenciais dos usuários, proporcionar criptografia e controles de acesso.

 Compatibilidade

Capacidade para interagir com a maioria dos aplicativos empresariais do mercado.

 Escalabilidade

Possibilidade de adaptação para gerenciar um número crescente de aplicativos e tarefas.

 Usabilidade

A interface gráfica deve ser fácil de usar tanto para programadores quanto para não programadores.

O aplicativo do RPA é compatível com outras tecnologias que fazem parte da denominada Quarta Revolução Industrial, entre as quais podemos citar: Big Data, Inteligência Artificial, Machine Learning, Internet das coisas, Chatbots, Gêmeos digitais, Cobots, etc.

VANTAGENS DO RPA

De acordo com a empresa de consultoria Deloitte, o RPA proporciona os seguintes benefícios às empresas:

  • Permite executar tarefas 24x7 de forma precisa, o que possibilita otimizar os processos, melhorar a qualidade, reduzir os tempos de entrega e, inclusive, gerenciar melhor os picos de demanda.
  • Permite liberar os trabalhadores de tarefas repetitivas e desenvolver novas competências e projetos com maior valor agregado.
  • Facilita o insourcing (internalização) de processos anteriormente terceirizados aos fornecedores, permitindo recuperar o controle dos mesmos.
  • Facilita o monitoramento de tarefas e a elaboração de auditorias, eliminando também as possíveis inconsistências entre dados.
  • Melhora a rentabilidade ao ter um retorno de investimento alto e de curto prazo, pois em geral, não significa elevados custos de integração.